Um Voo Cego A Nada...

" Ter-se nascido ou vivido em Moçambique é uma doenca incurável, uma virose latente. Mesmo para os que se sentem genuínamente portugueses mascara-se a doenca, ignora-se, ou recalca-se e acreditamo-nos curados e imunizados. A mínima exposição a determinadas circunstâncias desencadeia, porém, inevitáveis recorrências e acabamos por arder na altíssima febre de uma recidiva sem regresso nem apelo". Rui Knopfli

segunda-feira, 16 de outubro de 2006

...Que culpa terão as ondas



...Que culpa terão as ondas
Dos movimentos que façam?
São os ventos que as impelem
E sulcos profundos traçam.
Aos ventos quem lhes ordena
Que rasguem rugas no mar?
São as nuvens inquietas
Que os não deixam sossegar.
E as nuvens, almas de névoa,
Porque não param, coitadas?
É que as asas das gaivotas
As trazem desafiadas.
Mas as asas das gaivotas
O cansaço há-de detê-las!
Juraram buscar descanso
Nas pupilas das estrelas.
E como as estrelas estão altas
E não tombam nem se alcançam,
As asas das pobrezinhas
Baldamente se cansam
Baldamente se cansam,
Baldamente palpitam!
As nuvens, por fatalismo,
Logo com elas se agitam;
Os impulsos que elas dão
Arrastam as ventanias;
As vagas arfam nos mares
Em macabras fantasias
Assim as almas inquietas
Prisioneiras de ansiedades,
Mal que se erguem da terra,
Naufragam nas tempestades!


Reinaldo Ferreira,”Poemas” Livro IV - Dispersos

2 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Lindo......
Que culpa terão as ondas de nos terem empurrado para ocidente?
Que culpa teraõ que se tenha levantado tal tempestade?
MD

domingo, 22 de outubro de 2006 às 23:00:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

Que culpa terão as ondas?
Que cupa terão as ondas de banharem uma feiticeira terra vermelha?
Um abraço
ML

quarta-feira, 25 de outubro de 2006 às 10:28:00 WEST  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home