Um Voo Cego A Nada...

" Ter-se nascido ou vivido em Moçambique é uma doenca incurável, uma virose latente. Mesmo para os que se sentem genuínamente portugueses mascara-se a doenca, ignora-se, ou recalca-se e acreditamo-nos curados e imunizados. A mínima exposição a determinadas circunstâncias desencadeia, porém, inevitáveis recorrências e acabamos por arder na altíssima febre de uma recidiva sem regresso nem apelo". Rui Knopfli

sábado, 23 de setembro de 2006

Memória


Amar o perdido
deixa confundido
este coração.

Nada pode o olvido

contra o sem sentido
apelo do Não.

As coisas tangíveis

tornam-se insensíveis
à palma da mão.

Mas as coisas findas,

muito mais que lindas,
essas ficarão.

Carlos Drummond de Andrade

2 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Lindissimo o poema e a fotografia. A paisagem está em perfeita sintonia com o poema. Parabéns
MD

segunda-feira, 2 de outubro de 2006 às 23:27:00 WEST  
Anonymous F said...

MD
Obrigado,
Beijos

quarta-feira, 1 de novembro de 2006 às 18:29:00 WET  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home