Um Voo Cego A Nada...

" Ter-se nascido ou vivido em Moçambique é uma doenca incurável, uma virose latente. Mesmo para os que se sentem genuínamente portugueses mascara-se a doenca, ignora-se, ou recalca-se e acreditamo-nos curados e imunizados. A mínima exposição a determinadas circunstâncias desencadeia, porém, inevitáveis recorrências e acabamos por arder na altíssima febre de uma recidiva sem regresso nem apelo". Rui Knopfli

sábado, 27 de maio de 2006

Quadrilha



João amava Teresa

que amava Raimundo

que amava Maria

que amava Joaquim

que amava Lili

que não amava ninguém.

João foi para os Estados Unidos,

Teresa para o convento,

Raimundo morreu de desastre,

Maria ficou para tia.

Joaquim se suicidou

e Lili casou com J.Pinto Fernandes

que não tinha entrado na história.



Carlos Drummond de Andrade


1 Comments:

Anonymous Anónimo said...

A associação deste poema a esta foto está com imensa piada. o poema é na verdade, uma foto nitida do que são os sonhos da juventude e as linhas cruzadas da vida. Quem revê nesta foto uma parte da sua vida não pode deixar de sorrir com carinho para todos eles
MD

segunda-feira, 31 de julho de 2006 às 23:53:00 WEST  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home