Um Voo Cego A Nada...

" Ter-se nascido ou vivido em Moçambique é uma doenca incurável, uma virose latente. Mesmo para os que se sentem genuínamente portugueses mascara-se a doenca, ignora-se, ou recalca-se e acreditamo-nos curados e imunizados. A mínima exposição a determinadas circunstâncias desencadeia, porém, inevitáveis recorrências e acabamos por arder na altíssima febre de uma recidiva sem regresso nem apelo". Rui Knopfli

quinta-feira, 25 de maio de 2006

A Ilha Dourada



A fortaleza mergulha no mar

os cansados flancos

e sonha com impossíveis

naves moiras.

Tudo mais são ruas prisioneiras

e casas velhas a mirar o tédio.

As gentes calam na voz

uma vontade antiga de lágrimas

e um riquexó de sono

desce a Travessa da Amizade

Em pleno dia claro

vejo-te adormecer na distância,

Ilha de Moçambique,

e faço-te estes versos

de sal e esquecimento.



Rui Knopfli, In "Memória Consentida"

2 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Linda Ilha esta. O berço que me acolheu quando nasci, além do regaço de minha Mãe.
Os versos que te faço jamais serão de esquecimento, mas sim de viva lembrança
MD

terça-feira, 15 de agosto de 2006 às 00:22:00 WEST  
Anonymous Ouleoounor said...

É sempre bom encontrar um macua ...inda que no anonimato. E muito melhor uma macua com a sensibilidade que encontro aqui neste espaço.Sabes que gostava de saber quem és?
Eu volto cá ok?

terça-feira, 24 de outubro de 2006 às 22:37:00 WEST  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home