Um Voo Cego A Nada...

" Ter-se nascido ou vivido em Moçambique é uma doenca incurável, uma virose latente. Mesmo para os que se sentem genuínamente portugueses mascara-se a doenca, ignora-se, ou recalca-se e acreditamo-nos curados e imunizados. A mínima exposição a determinadas circunstâncias desencadeia, porém, inevitáveis recorrências e acabamos por arder na altíssima febre de uma recidiva sem regresso nem apelo". Rui Knopfli

domingo, 1 de agosto de 2010

Não passou


Foto Digital no Índico

Passou?
Minúsculas eternidades
deglutidas por mínimos relógios
ressoam na mente cavernosa.


Não, ninguém morreu, ninguém foi infeliz.
A mão- a tua mão, nossas mãos-
rugosas, têm o antigo calor
de quando éramos vivos. Éramos?


Hoje somos mais vivos do que nunca.
Mentira, estarmos sós.
Nada, que eu sinta, passa realmente.
É tudo ilusão de ter passado.


Carlos Drummond de Andrade

Etiquetas: , ,

2 Comments:

Blogger CB said...

Vim cuscar.
Entrei. Sentei-me e, como é permitido, puxei de um cigarro. Entre baforadas de fumo fui-me deliciando em momentos de poesia.
Voltarei.

Clara

sexta-feira, 30 de julho de 2010 às 22:54:00 WEST  
Anonymous Anónimo said...

sem saber bem o que estou a fazer,fumei...li!e gostei!obrigada!
paula

quarta-feira, 11 de agosto de 2010 às 18:01:00 WEST  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home